sexta-feira, 30 de março de 2012

HUMILDE ESPERANÇA

Eu queria ser mais humilde
E acreditar que eu poderia
Errar mais
Mais, então, eu teria
Trabalhado a minha sina
Em aceitar de bom grado
Um elogio que me valhesse

Talvez então, eu precebesse
Que esse exato discerni que me apavora
É apenas um substrato,
Um devir de minha alma
Uma instigância
Que em nada tem a ver com arrogância
É apenas, esperança


Por: Henrique Biscardi 

Um comentário:

  1. Que lindo o que escreves. Gostei muito! Parabéns!!! Vilma Santos

    ResponderExcluir