sexta-feira, 20 de abril de 2012

DIA CHUVOSO


Dia chuvoso em meus olhos
Perdido numa noite que não finda
Queimando pela chama que aquece
Esquecido por escolhas que envaidece
Caminhos que não me foram permitido

Não vejo alegria na luz que me clareia
Não sinto firmeza na mão que me ampara
Solidão que marca o descompasso
Tristeza que se rompe e se escancara

E a vida segue em seu compasso
Indiferente às agruras que eu passo
Segue o seu curso, o seu caminho

Dia chuvoso em meus olhos
Ao redor, tudo está seco.

Henrique Biscardi

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Só a poesia, Henrique, para falar do que a razão não alcança. Parabéns!

    ResponderExcluir